quinta-feira, 5 de novembro de 2009

O PAPEL DA ESCOLA

A Escola tem um papel fundamental em nossa vida, sobretudo nesta sociedade letrada, consumista e competitiva em que vivemos. A informação em tempo real é mais um fator tecnológico que nos coloca diante da necessidade de acompanhar a evolução e oferecer ferramentas e oportunidades  para os educandos lidarem com as transformações do cotidiano. Nesta medida a escola tem um papel de:
  • Contribuir para que os sujeitos participantes do processo educativo desenvolvam a capacidade de ler, estudar, refletir, pesquisar e intervir.

  • Superação das formas de saber cotidiano. Valorizar o saber constituído na experiência imediata, mas problematizá-lo permitindo um quadro de referências mais amplo.

    Conteúdos Escolares e EJA
Em função do já vivido, têm modelos de mundo, estratégias de compreensão de fatos e de avaliação de valores densamente constituídos, de forma que novas incorporações devem promover compreensões mais amplas.
A educação de adultos não precisa ser pensada como um processo de recuperação de algo que tenha sido perdido ou que não aprendido no momento adequado.

Não precisa seguir os critérios e referenciais da educação regular de crianças e adolescentes.
O adulto não volta para a escola para aprender o que deveria ter aprendido quando criança e não aprendeu. Ele busca a escola para aprender conhecimentos importantes no momento atual

Os conteúdos disciplinares podem ser reorganizados em função do lugar social, político e histórico em que as pessoas se encontram.
“Dentro deste caráter ampliado, os termos ‘jovens e adultos’ indicam que, em todas as idades e em todas as épocas da vida, é possível se formar, se desenvolver e constituir conhecimentos, habilidades, competências e valores que transcendam os espaços formais da escolaridade e conduzam à realização de si e ao reconhecimento do outro como sujeito.”
Formação de Professores EJA - 2009  Professores: João Luiz Maximo
Antonio Gomes Jardim

  
O modelo de escola que melhor responde ao desafio da nova situação, aproveitando positivamente as suas potencialidades, tem as seguintes características:
é produtora de conhecimento;
tem alto grau de autonomia;
assume funções educativas mais amplas, por si mesma pela ligação com outras agências de caráter educativo;
Promove a dinamização cultural, social e eventualmente até econômica de seu entorno;
O processo de formação dos educandos é, em grande medida, determinado, tanto no plano coletivo como individual, por eles próprios.

(DI GIORGI, 2000)


Um comentário:

  1. Gostaria de poder atualizar este blog. As novas experiências da turma estão muito ricas e precisamos relatar isso!
    Simone Frazão Botelho Guirelli

    ResponderExcluir